create counter

 Procurando um hotel? Clique aqui, faça a sua reserva e apoie o Bailandesa.nl. 

Entrei no esquema

2

“Humm não sei, deixa eu olhar na minha agenda”. Se eu disser isso no Brasil, vai parecer que estou me fazendo de importante. Aqui, é a frase mais natural do mundo. Se você não disser é que vai soar estranho.

Resisti o que pude, mas não teve jeito, entrei no esquemão holandês da agenda. No Brasil, usava muito mais a agenda para compromissos profissionais, para lembrar os aniversários dos amigos, pagamentos e otras cositas; mas não para a minha vida social – com exceção para grandes festas. É que lá, o choppinho é marcado (e desmarcado) no mesmo dia, as saídas e jantares vão pelo mesmo caminho e como ninguém se programa, todo mundo se entende na bagunça. Quem nunca ligou no dia para um amigo para confirmar o que havia marcado?
Sempre sentia uma agonia, ao ver como as pessoas aqui têm uma vida totalmente programada com meses de antecedência. Se você ligar na mesma semana e disser para um amigo “Vamos ao cinema nesse final de semana?”, provavelmente vai ouvir um não. Ele vai dizer que já tem um afspraak (compromisso) . Com as raras e honrosas exceções dos amigos brasileiros – gracas ao Divino!
O problema é que se todo mundo age assim, você precisa entrar no esquema ou vira um ET e não consegue marcar nada com ninguém. É como diz a famosa expressão “When in Rome, like the Romans” (Quando em Roma, aja como os romanos). E não deu pra fugir mais, tive que entrar no esquema. Principalmente por ter um namorido holandês, cheios de hobbys e compromissos.
Na noite de 3a feira, sentei com o Ron para uma sincronia de agendas. Passei os compromissos dele para a minha agenda para também poder programar outras coisas. Começamos em janeiro e fevereiro e quando vi já estava em junho. Desesperada, falei logo: “Pára que já estou ficando nervosa”. Ele ria até não poder mais. Não sei gente, dá uma sensação de que você não tem tempo livre. Sabe aquela impressão de que não tem nada programado e que você pode escolher o que fazer? Acho que os holandeses não têm isso. Essa deve ser a causa de tanto estresse. No final paramos em junho e em alguns meses sentamos para fazer outra sessão dessas. Acho que vou ter que comprar logo agenda de 2008/9!
Espero que vocês reservem um tempinho na agenda para ler o blog. Ah, tem novidade no Tabuleiro da Bailandesa!
Beijo povo,
Share.

2 Comentários

  1. Marcio Nel Cimatti on

    Já tinha percebido que era assim mesmo!!! Todo mundo consultando a agenda.

    Por isso muitos já programaram as férias em agosto.

    Fora que tickets para shows em janeiro de 2008 já estão a venda.

    Que loucura!!!

    Abs!!

    Marcio

  2. Clarissa !

    Esta a’i uma coisa que me recuso a fazer. Nao tenho agenda para ver amigos ou para encontro informais. Acho que isso tira a espontaneidade que nos ‘e tao caracteristica.
    Claro que situacoes de importancia e que podem causar incomodo ou que tomam mais tempo, merecem ser planejadas, sim, em qualquer parte do mundo. Sou a favor de deixar espaco para coisas inesperadas e que podem trazer surpresas muito agradaveis tambem.
    Se passar aqui em frente de casa, ‘e so apertar a campainha. Se me achou em casa, pode entrar e ficar.
    Sinto falta disso que tanto eu tinha no Brasil.
    Acho os holandeses roboticos e organizados demais. A gente tem de aprender a lidar com o “elemento surpresa” ou senao acabamos como os holandeses: nao sabem lidar com o que foge `a regra.
    Ja vivenciou situacoes onde eles ficam totalmente perdidos diante do que esta fora das regras e da agenda ?

    Parabens por mais uma conquista… voce com certeza nao vai ter problemas de adaptacao !

    Um grande abraco,

    Susana

Leave A Reply