create counter

 Procurando um hotel? Clique aqui, faça a sua reserva e apoie o Bailandesa.nl. 

Itália. Na rota do vinho na Toscana

23

A Toscana é um destinos preferidos da Itália e a região do Chianti é a Toscana em seu melhor. Passei quatro semanas na região e deixei-me perder nas suas sinuosas estradas e dramáticas paisagens. Posso dizer que vivi a Itália que habita os sonhos de muitas pessoas.

Toscana - Itália

Tive tempo de me aventurar nas estradas vicinais e penetrar nos segredos da Toscana, mas a rota mais famosa do Chianti é a estrada SS222, também chamada de Via Chiantigana. Ela liga Siena à Florença, cruzando o coração da zona vinícola.

Toscana - Estrada do Vinho - Itália

Ficamos nas redondezas de Certaldo e amanhecíamos vendo as Torres de San Gimignano, entre as colinas e os ciprestes. Decidimos seguir a rota da vinho sem pressa e sem obrigações, seguindo o lema da la dolce vitta italiana.

Continue lendo e siga a rota que fizemos.

Toscana - Itália

Castellina de Chianti

Partindo de Certaldo, seguimos de carro, para Castellina de Chianti, uma perfeita vila medieval, orgulhosa representante da “Lega del Chianti”. São diversas enotecas pela cidade, mas um bom local para compra de vinhos e azeites de oliva é Bottega del Vino Galo Nero. Galo Nero ou Galo Negro é umas das mais respeitados produtores do Chianti.

Toscana - Chianti - Italia

A Lenda do Galo Negro

Segunda a lenda, Florença e Siena disputavam território. Foi proposta uma corrida, onde um cavaleiro de cada cidade sairia em cavalgada em direção à outra cidade, no alvorecer, assim que o galo cantasse. O galo escolhido por Siena, foi um belo e bem fornido animal. Em Florença, escolheram um galo magrelo e faminto. O galo de Florença, morrendo de fome, berrou mais cedo e assim o cavaleiro Florentino, começou com vantagem e Florenca ficou um território maior.  Dizem que essa disputa, deu origem à representação do Galo Negro.

Toscana - Itália

Radda in Chianti

Seguindo pela SS429, em apenas 10 km de pura poesia em paisagem, entramos em Radha in Chianti. Conselho: dispense a parte moderna da cidade e parta para o centro histórico e medieval. Recomendo uma parada na La Bottega de Giovannino. O tempo estava perfeito, por isso aproveitamos o pequenino terraço, com um belo Brunello e um assortimento de bruschettas. Isso deu uma superenergia para a próxima parada.

Radda in Chianti -Toscana - Itália

Badia a Coltibuono

Deixamos Radha in Chianti para trás e seguimos as curvas cênicas do Monti del Chianti, depois de 2-3 km, seguimos à esquerda para a Badia a Coltibuono ou a Abadia da Boa Colheita, datada do século XI.  Essa é abadia do monges Beneditinos da Ordem de Vallombrosa. Os monges foram obrigados a deixar a Abadia no século XIX, quando Napoleão dominou a Toscana.

Badia a Coltibuono - Toscana - Itália

A tradição vinícola foi mantida pelos novos proprietários e hoje existe um B&B e um restaurante. A simplicidade e atmosfera de refúgio da Abadia foram preservadas. A sofisticação se revela na qualidade dos pratos. Não achei os preços estratosféricos como esperava.

Badia a Coltibuono - Toscana - Itália

 

Gaiole in Chianti e Castello di Brolio

Ao sul da Abadia, pegamos a estrada SS408, e seguimos para Gaiole in Chianti. Essa foi a dica que recebi de bom lugar para comprar vinhos Acontece que nem conseguimos chegar ao centro. Havia um evento automobilístico e tivemos que deixar a cidade e os vinhos pra depois.

Castello di Brolio - Toscana - Itália

O próximo ponto da nossa rota era o Castello di Brolio, 5 km ao sul de Gaiole, pegando a estrada SS484. Uma linda avenida de ciprestes nos leva ao imponente castelo da família Ricasoli. Enquanto aguardávamos pelo tour guiado, perdíamos os fôlego com a vista das colinas de Chianti e do Vale Arbia. Claro que a família também produz vinhos, que podem ser comprados na cantina do local.

Castello di Brolio - Toscana - Itália

Ao visitar a Torre, conhecemos a impressionante história do Barão que se entrelaça com a história do próprio vinho Chianti. Segundo o guia, o barão ainda arrasta suas correntes pelo castelo. Ele nos garantiu que não fica sozinho na torre do castelo.

San Gusme. A foto perfeita

Corremos das histórias de fantasmas, seguimos pela SS484 e chegamos à vila de San Gusme, onde encontrei a minha foto perfeita. Aquela que a cada colina procurava. A partir daqui, seguimos em busca de cenários perfeitos e entre as montanhas e colinhas, suspirávamos a cada curva. Voltamos ao anoitecer e o por do sol nos proporcionou o final perfeito de um longo dia sobre o sol da Toscana.

Toscana - Itália

 

Dicas:

  • Alugue um carro com o GPS ou mantenha o GPS do seu smartphone atualizado
  • Se for fazer  a rote em apenas um dia, saia cedo. As estradas são sinuosas e levam muito mais tempo do que o imaginado
  • Não se prenda a uma rota, deixe-se perder nas estradas pequenas, mantendo a cautela de quem dirige em uma estrada desconhecida.
  • Não preciso avisar: se for dirigir, não beba. Deixe para saborear o vinho depois
  • Se for comprar vinhos, leia a respeito e já vá com uma ideia do que você quer.

Saiba mais sobre o vinho Chianti

 

Share.

23 Comentários

  1. esse lugar se percebe que respira-se profundo amor à natureza e respeito ao proximo. tudo é uma união de família-natureza-educação!!! coisas que infelizmente no brasil está se perdendo, viver aqui em meio às balas perdidas, ao tráfico, rodeados de favelas, corrupção política, sequestros de inocentes, estouros de caixas-eletronicos, é triste demais!! dá medo e muito medo!!!! como levar filhos ou netos passear nas praças sujas e imundas do brasil??? como almoçar ou jantar em restaurantes com a violencia nas portas aqui no brasil???? me desculpe se prolongar, mas quando vi essas fotos do “vecchio mediterrâneo”, senti um misto de entrar num paraiso com uma tradição milenar e ao mesmo tempo estar num labirinto infernal, sem achar a porta da saida…(brasil!!!)

    • Oi Keyla, fui na época de maio/junho. Acho que setembro é uma época perfeita para ir à Toscana.já não é mais alta estação e já não está tão quente. Você ainda pode se deparar com alguns festivais nas pequenas cidades e vilas.

      Já desejo uma ótima viagem e depois conta pra gente como foi, ok?
      Obrigada pela sua visita e comentário

  2. Ola! Por favor, como vcs faziam p dirigir bebendo os vinhos? Eu estou indo em setembro agora e vou alugar um carro. Ha blitz ou é tranquilo de dirigir pela toscana mesmo bebendo vinhos? Abcs.

  3. Oi Rodrigo, olha, como não estava dirigindo, pude beber mais. Mas quem estava dirigindo de ateve a 2 taças de vinho, realmente degustando e não bebendo propriamente. A Toscana tem estradas bastante sinuosas e não aconselharia a beber e dirigir. Dá pra degustar, comprar e beber depois com segurança.

    Aproveite a sua viagem!

    • Olá!

      gostaria de saber sobre a fiscalização. Estou indo para Toscana em outubro e alugarei carro durante 6 dias. Se beber 2 taças e for parado que acontece? Existe muita fiscalização e policiais?

      • Olá Bernardo,
        Não moro na Utália, mas até onde sei a tolerânica é de cerca de 1 taça de vinho. Não passei pela experiência de ser fiscalizada, mas estando num país estranho e sem dominar a língua local, não me arrisquei. Se você exceder o limite, pode ser multado, ter ser carro apreeendido ou, dependendo do excesso de álcool pode ir até para a prisão.

        Boa viagem!

  4. Muito legal a viagem,estou planejando fazer em setembro.e fácil arrumar hospedagem nos vilarejos ou vc recomenda voltar as cidades maiores.e se hospedar.vc alugou carro em que cidade.
    Se puder me dar algumas dicas agradeço Obrigado

    Hélder

  5. Nivaldo Grande on

    Olá ..

    Pretendo ir ainda esse anos fazer mais ou menos a mesma rota que vc. è possível trazer vinhos comprados lá para o Brasil? Ou se não puder, é possível despachar?

    Abçs

    Nivaldo Grande

    • Olá Nivaldo,

      Trouxe os meus vinhos no carro :)< mas acredito que muitas lojas e vinícolas devem ter um esquema de entrega para o exterior.Mas não tenho experiência com o assunto. Aproveite a sua viagem!

  6. Ah, a arqui-milenar aprazível Toscana. Berço dos antigos Etrusco, dos antigos Romanos e início de tudo. Tantos lugares para ver, obter a grata satisfação de conhecer, saber. Parabéns, és uma garota privilegiada.
    Carpe Diem.

    • Olá Lindolfo,

      É difícl precisar sem conhecer exatamente o seu estilo de viagem, mas posso lhe indicar algumas cidades da Toscana que adorei:
      1) Florença, claro: o berço do renascimento. Lindíssima
      2) Siena
      3) San Gimigniano
      4) Cortona , mais ao sul
      5)Montalcino

      Depois me conta como foi a sua viagem!

  7. Olá!
    Muito legal o seu blog!
    Gostaria de tentar tirar uma dúvida…
    Estaremos (eu e meu filhote) em Firenze, no período de 3 a 8 de janeiro de 2015…Sei que vcs fizeram um percurso despreocupado e por longas 4 semanas! Mas, no meu caso é o que temos pra hoje! Poucos dias….kkkk
    A pergunta…
    Acha possível que eu faça uma visita guiada no Castelo Di Brolli (Ricasoli) sem alugar carro…
    Partindo de Firenze rumo a Siena, de trem?
    Grata e parabéns!

  8. Pingback: Blogs de viagens! | Nayara Pinheiro

  9. Olá!!!

    Parabéns pelo blog! Achei ele bem completo e organizado!
    Você tem alguma indicação de vinícola para ficar hospedado? Estou procurando mas está difícil achar recomendação.

    Abs,

    • Olá Fernanda,
      Que bom que gostou do blog. Olha, infelizmente não tenho uma recomendação para você. Quando fui fiquei num camping.

      Boa sorte com a sua pesquisa e uma ótima viagem!

  10. Ana Paula Mattedi on

    vou agora em setembro para Bologna e gostaria de ajudar um carro e fazer uma dessas rotas, minhas dúvidas são : nessa rota vemos os vinhedos, mas da pra conhecer a fabricação ou só vemos as uvas de longe? como eu sei qual a rota que devo colocar no GPS? da para alugar o carro em algum lugar e deixar em outro? se você puder me ajudar… Obrigada!!

    • Olá Ana Paula, existem vinhedos que estão abertos a visitas. Alguns oferecem até a experiência de colher as uvas. Você deve pesquisar o endereço de onde quer ir e colocar no Gps. Os carros pode alugados em um local e entregues em outro, mas para esse tipo de viagem, aconselho a se planejar bem e pesquisar bem as rotas e os lugares onde que viajar.

      Boa viagem!

Leave A Reply