create counter

 Procurando um hotel? Clique aqui, faça a sua reserva e apoie o Bailandesa.nl. 

Entrevista: Uma história de amor entre o Brasil e a Holanda

26

Existem muitas histórias de amor entre o Brasil e a Holanda  – me incluo nessa! – Sei que mudar de país por amor virou um clichê, mas a verdade é que cada história reserva detalhes e emoções únicas. O ano passado, tive a oportunidade de entrevistar Jan e Beatriz. Essa é uma história de coincidências, onde a intuição foi a linha mestra que os guiou e ainda continuar a os guiar nessa longa viagem física e emocional que é emigrar por amor.

Um livro, um sonho e duas viagens

No mesmo mês em que o holandês Jan procurava um destino para a sua próxima viagem, uma avó no Rio Janeiro, acordava com um sonho vívido em sua memória. “Tive um daqueles sonhos e esse foi com você” – dizia ela. Era um desses sonhos que se recusam a ir embora, como perfume de jasmim em noite de primavera. Ela via a sua neta feliz, junto ao um homem alto e louro.

Jan & Beatriz - história de amor Brasil e Holanda © Bailandesa

Enquanto Beatriz dava pouca atenção ao sonho da avó, Jan folheava um livro com cem destinos de viagens. Abriu-o aleatoriamente e o Perito Moreno saltou aos seus olhos. Ao olhar a geleira, que é uma das principais atrações da Patagônia, teve uma intuição e sem saber, profetizou: “esse será o momento mais bonito da minha viagem.”

Momento mágico

E assim, Jan voou para a América do Sul em julho de 2011, rodou pela Argentina e seguiu para a Patagônia. Quanto mais rumava ao sul, mais perto ficava do instante crucial da sua viagem. O momento mágico entre Jan e Beatriz aconteceu num barco que deslizava nas águas cristalinas da Patagônia. Depois de um rápido encontro no porto, quando Jan tirou uma foto de Beatriz e de suas companheiras de viagem, finalmente,  sentaram juntos na embarcação.

Jan & Beatriz - história de amor Brasil e Holanda © Bailandesa

O clique foi imediato e a conversa fluiu rápido. Quando perguntei se foi amor à primeira vista, os dois responderam sem hesitar: ”Sim, sim!” Jan, ainda comentou “Não foi uma conversa de duas pessoas que acabaram de se conhecer. Difícil de explicar. Não havia barreiras, a conversa fluía naturalmente. Foi algo profundo e instantâneo”

Assim, o destino se encarregou de lançar o seu feitiço e a lua cheia ainda veio brindar com os dois na última noite na Patagônia. Mas nada seria assim tão fácil. Seus planos de viagem eram outros: Beatriz seguiria para o Buenos Aires e Jan para o Chile.

E depois?

Os dois voltaram para suas casas com a certeza de que tinham encontrado “a pessoa” das suas vidas. Pois é, o pior do melhor momento é justamente a espera pelo próximo e Jan e Beatriz não queriam esperar. Ele prometeu que nas próximas férias iria para o Brasil, mas isso seria só no carnaval. Não daria pros dois se verem no Natal.

Jan & Beatriz - história de amor Brasil e Holanda © Bailandesa

O poder da observação

Jan é professor e, antes de dar a sua aula sobre observação em outubro, olhou para a foto que ficava na sua mesa de trabalho e teve uma ideia. Chegando na aula, mostrou aos seus alunos a foto onde estavam ele, Beatriz e o Perito Moreno e pediu aos seus alunos: “ – quero que vocês olhem para a foto e me digam há quanto tempo eu conhecia a minha namorada quando tiramos essa foto”.

Jan & Beatriz - Bailandesa.nl

Alguns disseram 2, outros 5, 6 anos. Ninguém podia acreditar que tamanha cumplicidade poderia estar refletida numa foto tirada há apenas duas horas do primeiro encontro.

All you need is love

Os alunos disseram no final da aula que escreveriam uma carta para o All You Need is Love, um programa da TV holandesa que reúne casais que estão distantes. Coincidentemente, uma colega de Jan disse que faria a mesma coisa. Jan saiu da sala com uma forte intuição de que iria dar certo – “mais uma vez aquele sentimento, a mesma intuição que sempre me acompanhou.”

Jan & Beatriz - história de amor Brasil e Holanda © Bailandesa

A certeza era tanta que ele chegava a brincar com os colegas. “Olha que estarei na TV o especial de Natal do All You Need is Love!”. Mas a intuição de Jan parecia falhar. No início de dezembro ele recebeu a notícia que sua história não havia sido escolhida. “Pela primeria vez, achei que minha intuição tinha falhado”.

Mas não foi bem assim, no dia 19 de dezembro, as câmeras do programa, seguidas por Beatriz entraram na sua sala de aula e promoveram mais um momento de conto de fadas para o casal.

Ano novo, nova vida

Jan voou com Beatriz para o Brasil e passou o Ano Novo sob o céu de Copacabana. Os fogos de artifício pareciam conspirar e insistiam em manter o romantismo no ar: corações explodiam na areia e no céu, ao som de nada menos que “All you need is Love”.

No ano de 2012, Beatriz viajou mais uma vez para a Holanda e esse foi um ano de decisões. Depois de conversarem muito, ela decidiu mudar para a Holanda e contou com o apoio da família. Hoje os dois estão no meio do processo para requerer o visto.

Fica a torcida para que mais uma história de amor entre o Brasil e a Holanda seja uma história de sucesso.

Jan & Beatriz - história de amor Brasil e Holanda © Bailandesa

E você é um expat na Holanda ou tem um a boa história pra contar? Fala pra gente!


Share.

26 Comentários

  1. Olá!
    Me identifiquei muito com sua história, meu namorado mora em Leeuwarden… E eu aqui no Brasil… É muito difícil essa distância toda, e tal. Eu gostaria de pedir ajuda, de como ir pra Holanda!
    Obrigada!

  2. Nossa, mas essas histórias de amor são muuuuuito lindas!!! Bem que você poderia postar mais depoimentos assim…bj

  3. Olá estou passando por uma historia de amor com um brasileiro filho de holandês que reside a 12 anos em Amsterdam,esta muito difícil ficar longe então decidimos nos casar no Brasil,o grande problema é o que preciso pra pedir o visto e tudo mais,como transfiro minha Faculdade pra Holanda?Como arrumar trabalho etc…

  4. Que legal que vocês participaram do programa All you need is love!
    Conta mais! fiquei curiosa! hehe
    Também conheci um holandês durante uma viagem de férias em Berlim, julho de 2013. Foi amor a primeira vista!!! Em dezembro fui passar o Natal com a minha família na Alemanha, pois o namorado da minha irmã é alemão, e encontrei novamente. Agora vou de novo no carnaval!
    ele comentou desse programa! Achei o máximo que ele uniu vocês dois!
    beijos, parabéns pelo blog!

    • Oi Fernanda,
      olha, eu não participei do programa, mas o casal entrevistado. Desejo sorte e muito amor parar vocês. Obrigada por visitar o blog e pelo seu comentário.

      Volte sempre!

  5. Também tenho uma história de amor com um Holandês…
    Nos conhecemos quando tinhamos 15 anos,quando passavamos ferias em Fortaleza.
    Depois de 5 anos lendo uma cartinha que me escreveu na despedida vi que tinha deixado seu msn.
    São exatamente 8 anos de idas e vindas desse amor que nunca acaba,porém esse ano tomei uma decisão,vou para amsterda passar ferias e resolver de vez nossa linda história de amor.

    • Sara, que bom saber de mais um história de amor entre o Brasil e a Holanda. Desejo a vocês muitas felicidades.
      obrigada por visitar e comentar no blog.
      Volte sempre!

  6. helena Pellisser on

    Olá, sempre acompanho seus posts, histórias, inclusive no face, pois tive a felicidade de encontrar minha outra metade do outro lado do oceano, ai na Holanda, e gosto de ler sobre o amor, Holanda e suas surpresa.

    Conheci Lennard nas minhas férias de junho do ano passado, no Uruguai, ele estava realizando seu sonho de mochilar pela América do Sul, e eu simplesmente busquei um destino mais barato e que nao conhecia, rsrs.
    No segundo dia q cheguei ao Uruguai o vi, e nos apaixonamos, voltei para o Brasil, mas ele continuou , foi roubado na Argentina e eu voltei para resgata lo e ajuda lo a ter um novo passaporte, desse dia em diante percebemos que nunca mais nos perderiamos. Depois de tres vindas ao Brasil, resolvemos que agora eu deveria ir e ficar… nao na Holanda, por enquanto nao, mas sim juntos na Irlanda, local onde vou estudar ingles e ele me acompanhar por um ano… mes q vem chego na Holanda para conhecer seus familiares e depois partiremos até a ilha esmeralda. Oostaria de poder tomar um café com vc, eu e meu namo, pois como disse, sempre acompanhamos seu Blog! Lhe desejo sorte , tulipas e amor! Kusje!

    • Olá Helena,

      Que história bonita! Muito bom ver que vocês estão fazendo de tudo para viver a história de amor de vocês .
      Quando estiver por aqui, dê uma alô. Viajo muito a trabalho, mas quem sabe não dá pra gente se encontrar?
      Gosto muito de encontrar com leitores

      Sejam felizes!

  7. TAISE OLIVEIRA on

    Olá Bailandesa!

    Que linda história de “AMOR”…Chega doer o coração de tanta felicidade em sentir o amor entre o Jan e a Beatriz.

    Meu nome é Taise Oliveira, sou Brasileira e resido em Porto Seguro na Bahia, me identifiquei com essa história, pois estou vivendo uma historia de amor parecida com a de ambos, estou completamente apaixonada pelo Holandês Patrick De Vries e ele também por mim…

    É um sentimento maravilhoso, um calor e carinho surreal que sinto pelo meu amor…Até escrevendo para vocês e falando dele fico suspirando e ansiando o dia do nosso encontro.

    Parabéns pelo Blog, sensacional!

    Obrigada

  8. Minha estoria é bem longa mas vou resumi-la em poucas linhas. Conheci minha esposa que é holandesa quando trabalhávamos num navio de cruzeiros no Caribe em 2010. Ficamos distantes por várias vezes por causa dos contratos de trabalho atá que nosso filho nos uniu definitivamente, ela ficou grávida em 2012.Tivemos nosso filho, o Luca na Holanda e mudamos para o Brasil. A Mascha fez o caminho inverso e imigrou para o Brasil, hoje vivemos em Minas Gerais e nosso filho ja está para fazer 2 anos. Tem muitos detalhes nossa história e muita coisa ainda está por vir porque queremos mudar para a Holanda quando o Luca estiver maior.

    • Olá Renan,
      Obrigada por compartilhara sua bela história. Muito bom mostrar que o caminho inverso também existe e pode significar felicidade!

      Muitas algerias e amor para a família.
      Volte sempre!

  9. Olá! Minha história com o Marco não foi amor à primeira vista. Mas ainda assim é um belo testemunho que gostaria de compartilhar. Nos conhecemos através de um website de namoro/friendship. Na época (quase 6 anos atrás), eu estava apenas querendo aumentar minha fluencia no inglês e comecei a buscar pessoas de outros países para tc. Entrei no perfil do Marco… mas não vi nada interessante. Então ele me enviou uma msg. Falei logo que não estava a fim de namoro ou casual meetings. Ele disse que seria impossível pq estávamos a kms de distancia. Achei engraçado. Não deixamos mais de nos falar. Nossa amizade era tanta… que comentávamos tudo. Ele tinha alguns encontros e eu tinha um namorado…. sabíamos tudo sobre o outro. Nossos relacionamentos não deram certo e eu fiquei uns dois anos solteira. Sempre dizíamos que se nada desse certo… casaríamos um com o outro apenas pra não morrermos solitarios. Hahaha. Chamávamos isso de nosso plano B. O tempo passou e nada de nossas vidas sentimentais alavancar. Um dia (já faziam 4 anos de conversas praticamente diárias) começamos a conversar e eu propus chat por skype porque eu queria ver o rosto dele. Quando nos vimos pela primeira vez a química fluiu imediatamente. E eu fiquei com medo e envergonhada… ele disse que queria me beijar se pudesse! Foi quando decidimos namorar… e foi maravilhoso pois já éramos os melhores amigos um do outro. Mas então eu fui trabalhar fora do país e não tínhamos tempo de contactar com antes por causa do fuso horário de 6h! Foi muito difícil. Terminamos nosso namoro (decisão dele). Fiquei extremamente magoada mas decidi tocar minha vida em frente. Alguns meses depois comecei a sair com outro rapaz… Fomos à Atenas e tiramos fotos. E o tapaz me marcou nas fotos dele na rede social. Passei uns dias sem me conectar. Quando fui contactar minha família (tenho uma filha no Brasil), vi as mensagens deixadas por Marco inbox. Ele estava muito revoltado e triste e me mandou uma msg da pesada… respondi furiosa e despejei toda minha frustração pelo nosso término. E disse que ele era o culpado pela situação. Ele respondeu instantaneamente. Nossa discussão durou horas… saiu do computador pro telefone e no final havíamos reatado o namoro! Duas semanas depois ele me enviou as passagens para eu ir encontrá-lo em Zwolle. Mal pisei no aeroporto… ele já estava me esperando. Passamos 3 semanas maravilhosas. Conheci a família dele e prometemos iniciar o processo de minha mudança para o início de 2015. Mas como nem tudo são flores… encontramos muitos entraves principalmente por eu não falar nada de holandês e ele acabou desanimando e colocamos um ponto final nessa história… Meses depois eu enviei a ele uma msg de aniversário. Ele ficou super feliz e disse que se arrependia muito das decisões que tomou… Reatamos mais uma vez e estamos noivos! Ele vem passar o natal aqui comigo em Salvador/Ba e conhecer minha família pessoalmente. Eu iniciei um curso de holandês para me preparar para a entrevista. Estava buscando mais informações sobre a holanda quando visualizei seu blog. Bom… fica aqui minha experiência. Não é fácil namorar à distância nem confrontar diferente estilos de vida e culturas. Mas com amor e determinação todas as barreiras serão transpostas. Deseje-nos sorte!

  10. Olá! Queria tanto morar na Holanda! Amei seu blog e vi o passo a passo. Parabéns pelas informações !

  11. Olá meu nome é Francisco, minha historia também é de amor, eu me apaixonei por esse pais maravilhoso, tudo começou em 1988, quando eu tinha 16 anos, eu adorava futebol e vi aquela seleção com as cores laranja na Eurocopa daquele ano… Van Basten, Gullit, Koeman, Rijkaard e Cia, na época não existia internet ai fui pesquisar em revistas sobre esse Time, ai descobri o Carrossel Holandês… eu já tinha me apaixonado pela seleção de 88 ai foi que fiquei mais deslumbrado ainda… Crujff, Krol, Neskeens, Rep e Cia, de lá pra cá venho cada vez mais descobrindo esse país, deixei de ser Brasileiro e me tornei um verdadeiro Holandês, torço por tudo e pra tudo que a Holanda disputa, adotei a cor laranja em tudo que faço, eu nunca fui na Holanda pelas dificuldades, mas se eu tivesse uma oportunidade de morar na Holanda eu não pensava duas vezes, se a Holanda me aceitasse eu me naturalizava na mesma hora, na verdade eu me considero um Holandês nascido fora da Holanda. Pois é lá se vão quase 30 anos de amor por esse país.

  12. Elizabete felix dos Santos on

    Eu me apaixonei por um holandês tem oito meses que nos falamos agora fim de ano de 2017 eu vim conhecer ele pessoalmente mais infelizmente agora dia 07 de fevereiro de 2018 estarei indo embora para o Brasil não posso ficar pois o país dele não me aceita então vamos ficar assim nos vendo uma vez por ano e nos falando por e-mail internet não sei falar outra língua só português isso dificulta tudo para mim.

    • Oi Elizabete,
      Obrigada por visitar o Bailandesa e por compartilhar a sua história. Espero que tudo dê certo e que a sua história de amor tenha um final feliz!

Leave A Reply