create counter

Croácia. 24 horas em Zagreb

1

Zagreb, a capital da Croácia é uma pérola de contrastes. Nas 24 horas que passei na cidade, experimentei de tudo, tomei até um “tiro”. Calma que eu explico; mas é melhor começar pelas coisas boas de Zagreb.

Zagreb - Croacia - © Bailandesa.nl

Cheguei na Croácia de trem, vindo de Ljubljana na Eslovênia. Encontrei em Zagreb um vibrante caleidóscopio de história, gastronomia, arte, arquitetura e verde, muito verde.  Novo e velho, leste e oeste se abraçam nessa mini e charmosa capital europeia.

Cemitério Mirogoj. Começando onde muitos terminam

Sem saber como esse dia acabaria, comecei com um leve toque de morbidez. Um tour num cemitério que é o mais importante da Croácia e um dos mais bonitos da Europa. Atrás dos imponentes muros, saltava uma enorme cúpula verde-àgua.

Zagreb - Croacia - © Bailandesa.nl

Um refúgio para mortos e vivos, criado pelo arquiteto croata Herman Bollé em 1876. Ele concebeu um oásis de beleza e elegância, com muito verde e uma leveza incomum. Nem todos que estavam lá foram visitar alguém que já se foi. Muitos lá estavam apenas pelo lugar em si. O túmulo do Stjepan Radić é um dos destaques.

Zagreb - Croacia - © Bailandesa.nl

A Catedral e o Mercado Dolac

De qualquer lugar da cidade, dava pra ver as espirais da Catedral da Assunção e Abençoada Maria (Marijina Uznesenja i Svetog Stjepana), minha próxima parada.

Zagreb - Croacia - © Bailandesa.nl

A construção neogótica tem uma linda fachada e guarda uma uma inscrição em Glagolítica datada de mais de 1.000 anos. Além do túmulo da polêmica figura croata, o cardeal Alojzije Stepinac

Zagreb Croacia - © Bailandesa.nl

A catedral é guardada pela imagem dourada de Nossa Senhora, que da praça vigia a tudo e a todos.

Zagreb Croacia - © Bailandesa.nl

Bem pertinho, está o mercado e lá fui eu para um dos meus programas favoritos: feiras e mercados de rua. A verdadeira alma de um povo se mostra tão facilmente nas cores, sabores e sorrisos de um mercado de rua. Recomendo também a visita da parte coberta, no subsolo e os restaurantes ao redor.

Mercado Dolac -  Zagreb Croacia - © Bailandesa.nl

Zagreb: A cidade partida

Mas o dia passava e a capital da Croácia pedia para ser explorada. Tanto pra ver. Rumei para a Cidade Alta, usando o funicular. Lembrei da minha Salvador, com as suas cidades alta e baixa.

Funicular - Zagreb - Croacia - ©Bailandesa.nl

Saindo do funicular, você vai se depara com a branca torre Lotrscak, que defendia a cidade de ataques e tocava o sino em caso de catástrofes como incêndios e enchentes. Você pode subir a torre e ter uma visão panorâmica da cidade.

Torre - Zagreb - Croacia - ©Bailandesa.nl

Zagreb nasceu partida em dois vilarejos. Um sacro, Kaptol com a sua população clerical e Gradec, onde mercadores e artesãos fincaram suas raízes. Antes um ribeirão separava as duas partes da cidade, hoje é uma rua, a rua Tkalciceva, cheia de cafés, ateliês e vida, que une a todos num clima de festa.

Zagreb - Croacia - © Bailandesa.nl

Mas ainda era hora do almoço e o sino que tocava era o do meu estômago. Fomos para o excelente restaurante Pod Gričkom Topom, mas não sem antes, nos perdermos nas ruas calçadas de pedra e admirarmos Zagreb de cima.

 

Restaurante Pod Gričkom Topom

Escondido, num caminho cheio de verde, logo abaixo da Cidade Alta, o Pod Gričkom Topom, tem um terraço, responsável por boa parte do seu charme. A entrada de embutidos não ofuscou o sabor do lindo plateau de frutos do mar que veio em seguida.

 Zagreb - Croacia - ©Bailandesa.nl

 

O telhado da Prefeitura e o Portão de Pedras

Indo a Zagreb, você não vai deixar de ver e fotografar o impressionante telhado da prefeitura, mas o que me tocou mais e mais uma vez me levou de volta à minha Salvador, foi o Portão de Pedra (Kamenita vrata).

Zagreb - Croacia - © Bailandesa.nl

Ele era uma das entradas da cidade antiga.  Em 1731, um incêndio devastou a área e a imagem da Virgem Maria, foi vista nas cinzas. Foi reconstruído em 1760 e hoje é um lugar de orações e agradecimentos. As inúmeras placas com nomes que não conseguia ler, me fez pensar e sentir o peso da religiosidade na Croácia e na minha Bahia.

 Zagreb - Croacia - ©Bailandesa.nl

Saindo do portão, você vai encontrar uma estátua de São Jorge diferente: o dragão já está morto e São Jorge sem o capacete.

 Zagreb - Croacia - ©Bailandesa.nl

Croácia e Áustria. A arquitetura saiu ganhando

A Croácia era parte do Império Astro-Húngaro até o final de Primeira Guerra, isso explica a semelhança à Viena nos jardins, parques e prédios. A Cidade Baixa, com tanta influência austríaca, foi projetada para ter verde em toda a parte.A”Ferradura Verde”  desfila elegante desde a saída da linda estação Glavni Kolodvor, numa série de espaços verdes e floridos, cheios de casais apaixonados, crianças e jovens.

Zagreb - Croacia - © Bailandesa.nl

O tiro

E foi perambulando por jardins e praças, com os olhos e cabeça divagando diante de tanta beleza, que de repente vi um grupo de meninos brincando. Notei que tinham espingardas de ar comprimido. Por um segundo passou pela minha cabeça desviar o caminho. Essa fração de milésimos de segundo de intuição, que por vezes renegamos. Pensei: “ – São só crianças ” Segui. Tive a sensação que alguém me seguia. Estava certa e confirmei quando senti uma dor na coxa direita. No susto, me virei com raiva. Só que não fui a única a me assustar. Ao me virar furiosa, assustei o garoto que, fuzilado pelo meio olhar estupefato, disparou mais uma vez. Só que dessa vez no meu rosto. Por sorte, não no meu olho. Mesmo “inofensiva”, a pequena bala de borracha poderia ter feito estrago.

 Zagreb - Croacia - ©Bailandesa.nl

Os garotos correram e eu fiquei parada, diante de uma delegacia de polícia, sem saber o que fazer. A barreira da língua e o fato de ser uma criança, me deixaram imobilizada. Só consegui ligar pra casa e dizer: “ Oi amor, tomei um tiro”. Quase mato quem estava no outro lado da linha de susto. Depois de tudo explicado, fui me acalmar na rua Tkalciceva e provar a Rakijas, bebida eslava, disponível em diversos sabores. Excelente lugar para começar a noite ou terminar o dia – principalmente um dia como esses!

 

Serviço

Cemitério Mirogoj

Endereço: Mt Medvednica

Horário: 06:00-22:00h

Como Chegar: ônibus 106, partindo da Catedral

 

Restaurant Pod Gričkom Topom

Endereço: Zakmardijeve stube 5 Cidade Alta

Telefone:  01 48 33 607

Site: http://www.restoran-pod-grickim-topom.hr/

 

Torre Lotrscak

Endereço: Strossmayerovo šetalište Cidade Alta

Telefone: 01 48 51 926

Preço: HRK10

Horário: 11:00-20:00h 3a a domingo.

Share.

About Author

1 Comentário

  1. Oi clarissa, delicia esse texto, voce relata de forma leve e sintetizada. Mas que pena o incidente com essas crianças, absurdo. Ainda bem que foi só um grande susto. Um Bj e sucesso! Denya

Leave A Reply