create counter

 Procurando um hotel? Clique aqui, faça a sua reserva e apoie o Bailandesa.nl. 

Holandês no dia-a-dia: Dief. O ladrão de corações

2

Saio do trabalho e, ainda com a cabeça no escritório, sigo para pegar a minha bicicleta. Ando mais alguns passos no piloto automático e nem o beijo gelado da brisa de inverno me desperta do transe. De repente, um rapaz (ou seria The Flash?) passa chispando por mim e desce ziguezagueando pela escada rolante como um míssil perdido.

Holandês no Dia-a-dia  - ladrão de corações - dief

Ao fundo, ouço um chamado desesperado:

– Dirk! Dirk! Dirk!

Um cometa passa por mim. Dessa vez, uma menina com longos cabelos negros e uma camisa listrada. Desviando dos os obstáculos da escada rolante, continua gritando:

– Dirk! Dirk! Dirk!

Na minha cabeça, isso estava acontecendo:

“Dirk era o namorado da bela menina de cabelos negros e olhinhos puxados. Eles tiveram uma briga feia, ele acabou com o namoro e saiu em disparada. Monica  – sim, já dei um nome pra ela – segue desesperada de amor, tentando detê-lo. Mas já era tarde demais.”

Acordei do meu sonho, quando Monica se abaixou ao final da escada rolante e pegou algo metálico do chão. Só então entendi o que ela gritava.

Na verdade o tal do Dirk, era Dief e dief em holandês significa ladrão. O rapazinho era um ladrão que havia furtado um artigo qualquer da loja. E a camisa listrada de Monica, na verdade, era o seu uniforme do trabalho.

Ah, ingênua e romântica Bailandesa. Sempre acreditando no amor e no melhor das pessoas. Melhor assim, não é?

Imagem: http://api.ning.com/

Share.

2 Comentários

  1. Cla, eu ri da história, mas eu tb sei que poderia acontecer comigo!!Não consigo entender holandês por “osmose”. Sempre tenho que prestar atenção senão entendo tudo errado!

Leave A Reply