create counter

Mudar para a Holanda. O passo-a-passo

244

Mudei para Holanda em 2006 e o Bailandesa.nl nasceu em maio do mesmo ano. Aqui falo  sobre essa decisão que mudou meu endereço, minha nacionalidade (agora dupla) e minha vida.

A decisão de mudar para a Holanda

Para muitos, mudar para outro país significa fazer as malas, se encher de coragem e seguir o que manda o coração. Óbvio que isso também faz parte. São poucos os que se arriscam deixar para trás a sua vida estabelecida, o seu velho e conhecido mundo para viver algo totalmente novo. Deixar o seu país, família e amigos é uma difícil decisão, mas também é uma prova de determinação, persistência e organização.  Mas um coração apaixonado pode bem dar um empurrão. Pelo menos, esse foi o meu caso.

Holanda - Moinho

É preciso analisar vários fatores

Para mim não foi tão difícil optar por tentar a vida na Holanda. O fato de já viver longe da minha família por vários anos pesou muito. Além de muitos amigos e pessoas especiais, de vínculo oficial no Brasil havia apenas o meu trabalho. E como dizia a minha bem-humorada ex-chefe: “Amiga, trabalho tá difícil, mas marido tá ainda pior de achar”. Resolvi seguir o seu sábio conselho e cá me encontro.

O idioma foi um fator decisivo

Obviamente a questão da língua pesou muito. O meu inglês era muito melhor do que o português dele, inexistente na época. No Brasil, viver só com o inglês por um tempo é quase impossível, o que não acontece na Holanda. Aqui, dá pra sobreviver por um tempo sem o holandês, mas recomendo aprender essa língua danada. Na época, a economia do Brasil não andava lá essas coisas e a violência e insegurança pesaram muito na decisão.

Se conhecendo

Acho que tem outras coisas que têm que ser levadas em conta no processo de decisão: que tipo de pessoa você é? Independente? Sente-se bem sozinha? Como reage num ambiente estranho? É fácil para fazer novas amizades? Digo isso porque esse foi um dos fatores que me encorajaram a vir pra cá. Sou uma pessoa flexível e adaptável. Como esse é um momento de decisão, é importante pensar um pouquinho sobre você mesmo e olhar um pouco pra dentro. E se você não é nada disso, não quer dizer que  vá desistir. Apenas deve pensar em idéias de como amenizar a solidão, como conhecer novas pessoas e tornar a sua adaptação mais fácil.
 chegada na holanda

Preparação

Bom, agora é lei e é obrigatório ser aprovado num exame básico de integração civil para ter o visto. Esse exame “testa” o seu conhecimento sobre a lingua e da sociedade holandesa. Apenas mais uma barreira criada para a entrada de imigrantes. Mesmo sem a exigência. Antes de chegar aqui, comecei a estudar holandês no Brasil. Resultado: quando cheguei aqui e fui estudar holandês, pulei o primeiro nível.

Antes de tomar essa decisão, li tudo o que caiu na minhas mãos e nos meus olhos. Também fui à Holanda no inverno para pelo menos experimentar um pouco do frio. Queria conhecer a família, os amigos dele e ter a primeira impressão do ambiente, mesmo que fosse com olhos de turista. Sei que não é mesma coisa, mas é melhor do que chegar de sopetão, sem nunca nem ter visto o lugar.

Holanda no Inverno - Marken

 

Burocracia

Decisão tomada, aí começa a batalha da papelada e entender como funciona todo esse processo. O primeiro passo, claro que é visitar o site do consulado e pegar as primeiras informações

Qual é o processo?

Primeiro você tem que solicitar o MVV “machtiging voorlopig verblijf” , que é um visto de permanência com um período maior de 3 meses. Quais são as situações em que esse visto pode ser solicitado? Veja qual caso melhor se enquadra na sua situação e quais são os documentos necessários. Aqui me atenho à situação de “morar com um parceiro”. Sim, muitas pessoas me perguntam se é necessário casar. A resposta é não. Você pode requerer o visto para morar com o seu namorado(a). E como estamos falando de Holanda, casais gays também podem fazer a solicitação. Espero que outros países sigam o exemplo.

Importante

  • Todos os seus documentos têm que ter menos de 6 meses de expedição.
  • O estado civil deve ser solteiro ou divorciado. Separado legalmente não é válido.
  • Todos os documentos devem ser legalizados no Itamaraty. No meu caso fiz a legalização no Rio de Janeiro, Av. Marechal Floriano, 196 – Centro. Os documentos depois de legalizados no Itamaraty devem ser traduzidos em Holandês, Inglês e outras línguas por tradutores juramentados no Consulado. Atenção: só depois do carimbo do Itamaraty, encaminhe os seus documentos para a tradução.
  • Coloque a cidade onde você nasceu na Declaração de Solteiro. Tive que refazer todo esse documento, legalizar e retraduzir por causa desse detalhe.
  •  A pessoa de referência na Holanda deve ter um limite mínimo de renda comprovada. Muitas pessoas encontram aí o seu maior obstáculo para a aprovação do visto. Empreendedores e profissionais liberais autônomos por exemplo, às vezes não têm como comprovar a renda, apesar de possuí-la.
Ainda existe um detalhe doloroso. A pessoa que requer o MVV têm que aguardar no seu país de origem até a finalização do processo.
Museu Mauritshuis - Haia - Holanda

Fazendo as contas

Na minha opinião, também é importante fazer umas continhas e tentar prever o orçamento doméstico futuro. Já está provado que o esquema amor e uma cabana não dura muito tempo e que só amor não enche barriga, nem o seu dia. Por isso, também dei uma olhada nas empresas que fazem negócios entre os dois países, ONGs e tudo que pudesse representar uma atividade para mim – mesmo que não remunerada. Acredite, mesmo que seja pra não ganhar um salário, faz diferença ter uma atividade. Você vai ter que esperar mesmo até ter seu visto de trabalho, então tem que se manter ocupada(o).  Programar uma poupancinha também não faz mal a ninguém.

Prepare o seu bolso

Existem diversas taxas a serem pagas. Consulte o consulado e o seu cartório.

  •  Taxa para a legalização no consulado da Holanda
  • Taxa para o MVV
  • Taxa para o teste de integração civil  (350 euros)
  • Compra de livros de holandês, aulas particulares e etc.. O pacote oficial de estudo custa  110 euros
  • Tradução juramentada
  • Cartórios.
  • Custo da Mudança

Mudança para a Holanda

 

Ouvi dizer que o processo é muito mais rápido caso a pessoa de referência na Holanda faça a solicitação. No meu caso, o (na)marido, de posse de cópia de todos os meus papéis, fez uma consulta prévia no IND (Ministério da Imigração) e deu entrada no processo. Em três semanas, recebemos o ok do IND dizendo que podíamos ir adiante. Um detalhe importante que acreditamos que tenha feito a diferença:  fizemos um documento contando a nossa história,com fotos nossas no Brasil, na Holanda, com amigos, familiares. Eles dizem que não faz a menor diferença, mas acho que deu maior credibilidade. Resultado: em dezembro tínhamos a carta do IND e em março o meu MVV estava aprovado. Eu é que não estava preparada e não tinha uma data de entrada no país. Tinha que finalizar coisas como emprego, contrato de aluguel, mudança, comprar passagem e etc. Mas isso já é uma outra história.

Chegando na Holanda

Ao chegar na Holanda, você tem que se apresentar na Gemeente (prefeitura) em três dias e, a depender do seu país de origem, fazer um raio X do pulmão. É isso aí. Este selo que você luta tanto pra ter, tem validade de três dias. Lá eles te darão um um outro selo com validade de até 6 meses, que não dá direito a trabalhar, ter conta em banco, a nada. Você tem apenas o direito de ficar na Holanda. É por isso que é tão importante você pensar em atividades que goste de fazer, até o seu visto de trabalho chegar. Eu, ao chegar, não esperei pelo governo. Paguei o primeiro curso da língua e comecei a escrever o blog. Também trabalhei numa empresa de graça por um mês. Ou seja, só não dá pra parar.

 

Verblijfsvergunning – O visto definitivo

Esse nome feio é o do seu visto definitivo. O que te dá direito a trabalhar. No meu caso demorou 4 meses, mas o governo tem até 6 meses pra enviar para você e deve ser renovado em um ano. Após cinco ano de renovação, você pode pedir a sua naturalização, caso queira.

Naturalização Holanda

Mais informações sobre a minha naturalização, você pode ler links abaixo:

Naturalização na Holanda parte I

Naturalização na Holanda parte II

O ano em que virei holandesa

Links úteis

IND: http://english.ind.nl/

Naar Nederland:  http://www.naarnederland.nl/en/

Consulado do Rio de Janeiro

 

Share.

244 Comentários

  1. Ola, Bailandesa! Boa noite.
    Sei que em Den Harg (Haia) há vagas de emprego para quem fala apenas inglês. Você saberia me informar se preciso comprovar minha proficiência em inglês com TOEFL ou IELTS para procurar emprego?
    Grata por compartilhar sua experiência. =)

    • Oi Gerline,
      Obrigada pela sua visita ao Blog. Olha, nem todos os trabalho pedem o TOEFL ou IElts. Muitas vezes depende da sua fluência no idioma. Agora, para as universidades o negócio é diferente. Para estudar, é preciso comprovar.

      Espero ter podido ajudar!
      Boa sorte!

  2. Tudo bem, historia maravilhosa, a minha esposa (nao somos casados no papel, juntos a 10 anos) tem passaporte e identidade europeu, avós alemães. Ela é Brasileira e eu Chileno a 45 anos no Brasil. Se casarmos na Holanda terei alguma chance de ter passaporte europeu também. Iremos em outubro para Amsterdã procurar alguma oportunidade e nos ambientar. Eu com visto de turista.
    Poderia dar alguma orientação se possivel?

  3. Olá! Primeiramente adorei o seu blog!!!
    Estou pensando em imigrar também para viver com meu namorado que é Holandês. Minha dúvida é no caso de fazer essa permisão que você conta no post, tem que fazer uma declaração de que temos um relacionamento e tal. Mas é só uma declaração para suportar o processo de visto ou é como assinar uma união estável (como fazemos no Brasil)? Você poderia falar um pouco dos direitos e obrigações que esse processo gera?
    Obrigada!

    • Oi Aline,
      vocês têm que comprovar uma relação estável. No final formulário de solicitação, você encontra essa declaração. Confira esse link: https://ind.nl/en/forms/7518.pdf
      Em resumo: quando o seu namorado solcitar o seu visto, ele será o responsável financeiramente por você na Holanda e terá que comprovar uma renda mínima mensal em torno de 1600 euros (mensal). Você teria que pasar um teste de integração civil: teste de conhecimento mínimo da língua e de conhecimentos da sociedade holandesas. Aqui você encontra mais informações: https://ind.nl/en/family/Pages/Spouse-or-partner.aspx

      Boa sorte!

  4. Olá Bailandesa,
    Estou com algumas duvidas, qual a relação do raio x de pulmão com o selo? Desde já agradeço.
    Amei seu blog!

  5. gostaria de saber quais os procedimentos para morar em canada e o governo pagar mensalmente um salario para morar lá?meu zap +55999044272

    • Olá Maicon, que bom que você chegou ao Bailandesa. Olha, não conheço as regras do Canada. Aconselho a você consultar a Embaixada ou consulado. Boa sorte!

  6. Oi Bailandesa. Estou adorando ler seu blog, parabéns! Obrigada por compartilhar suas experiencias, sao todas muito enriquecedoras!
    Sou brasileira e moro em NY a alguns anos.
    Em 2006 conheci um holandes que mudou a minha vida. Nos casamos em NY em setembro/17 e desde outubro estou aqui na Holanda. Daqui 2 semanas retornarei a NY, pois só posso ficar 3 meses, infelizmente!
    Fiz o curso Naar Nederland, paguei a taxa e enviei o email para marcar a prova de integracao cívica, em Washington. Eles nos responderam que a prova só poderá ser realizada em out/2018, o que achei muito demorado. Vamos tentar ver se no Brasil consigo fazer a prova em um período mais curto.
    Gostaria de saber, caso possa me responder, se eu fizer a prova em out/18 nos EUA, logo após poderei vir pra Holanda passar mais 3 meses, lembrando que após passar na prova, somente darei entrada nos papéis em jan/19. Pelo que sei levará umas 8 semanas para receber o resultado da prova…
    Muito obrigada pela atençao.
    Abraços

    • Olá Márcia,
      At´onde sei, é preciso esperar o resultado do seu processo para vir à Holanda. O que significa que você poderia vir, caso receba o seu resultado antes de Jan/19. Como as regras mudam com frequência, é bom consultar o IND. Realmente esse prazo dado para vocês é muito longo….

      Muito boa sorte e volte sempre!

  7. Olá…tenho algumas dúvidas em relação ao processo que gostaria de checar com você.

    Primeiramente, parabéns pelo blog. Muito explicativo e muito bem assistido. =D

    Minha esposa tem chance de conseguir um visto de trabalho na Holanda, pela empresa que a mesma trabalhava no Brasil. Li em diversos sites (e inclusive aqui), sobre o processo de integração para o tipo de permissão para reunião familiar, porém, ressalto que minha esposa é brasileira e seria apenas uma residente no país (com um contrato de trabalho e visto em questão).

    Neste caso, também necessito passar pelo processo de integração e toda burocratização como se fosse o processo de muitas participações aqui presentes, casando com holandeses e solicitando tal visto?

    Outra opção que pensamos, seria que eu fizesse uma pós graduação no país, mas até onde consultei, eu ficaria impedida de trabalhar enquanto estudo. Procede? Após os estudos, o estudante ganha algum work permit temporário, uma vez que qualificado por uma universidade holandesa? Se sim, seria de quantos anos?

    Aguardo ansiosamente seu retorno 🙂

    • Olá Marinna, obrigada pelo seu comentário e visita. OLha, até onde sei, se a sua esposa tem um visto de residência permanente na Holanda, ela também pode solicitar o seu visto. Você não precisa passar pelo teste de integração civil, mas é preciso regularizar a sua situação. Geralamente as empresas auxiliam nesse processO. Mais informação no site do IND: https://ind.nl/en/family/Pages/Spouse-or-partner.aspx
      Boa sorte!

  8. Olá…
    Estou de mudança para Holanda também, já estou com meu MVV em mãos…mas um pouco apavorada com a mudança em si.
    Você poderia me dar dicas de transportadora, ou como você mandou suas coisas? Não mandou. Um monte de gente me diz para ir sem nada e comprar tudo lá, mas euro não nasce em árvore né.
    E eu quero levar minhas coisas, roupas, alguns livros, minhas coisas…
    Você pode me ajudar?

    • Oi Ana, olha eu mandei as minhas coisas num container, mas antes de mandar vendi também muitas outras. Como foi há mais de 10 anos, nNao lembro mais o nome da transportadora, mas lembro que foi caro e a relação custo benefício não foi da melhores. Tambem demorou muito de chegar. É preciso avaliar o volume de coisas que quer trazer e avaliar qual solu’cão vale mais à pena. Talve uma empresa como DHL resolva seu probelma.

      Boa sorte!

  9. Ola, tudo bem: para morar na holanda tendo cidadania italiana a unica burocracia seria confirmar a residência na prefeitura? precisa emitir alguma especia de CPF tambem?
    Obrigada 🙂

    • Oi Nat,
      Pelo que seu basta se registrar na prefeitura, não é preciso ter nenhum documento extra. Mas é sempre bom confirmar com um órgão oficial. Nesse link, você encontra mais informações. Obrigada pelo seu comentário e visita.

  10. Olá,

    O Brasil assinou o Convênio da Apostila em agosto de 2016, com isso alguns dos passos que você menciona para a legalização de documentos não são mais necessários.
    Se possível atualize essa informação nas suas dicas.
    Obrigado e tudo de bom!

  11. Oi querida! Que linda tua história, me emocionei muito pq meu namorado é brasileiro mas já vive na Holanda ha 20 anos e agora pretendo juntar as escovas. Mas sinto que não será nada fácil, mas estou disposta a fazer tudo para viver ao lado do meu grande amor.
    Pq ver ele duas vezes ao ano não é vida, voltei a poucos dias de lá e me apaixonei, conheci a pior época e me encantei mais, até pq o frio comparado ao frio daqui do sul não é tão diferente não.
    Abraço e muita luz para vcs.
    Paula.

  12. Luciana Monte on

    Olá Bailandesa!
    Parabens e muuito obrigada por todas as dicas que voce da nesse blog 😉

    Eu, como voce, sai do Brasil em 2006 para vir a Valencia, na Espanha. Conheci meu marido que chegou aqui na mesma epoca que eu, saindo desde Holanda. Ele recebeu uma boa proposta para trabalhar em Zwolle.
    Eu nao falo nada de Holandes e meu ingles e mediocre. Queria saber se teria alguma ONG ou algo parecido que dê aulas de ingles/holandes para imigrantes. Adoraria tambem fazer algum trabalho voluntario.

    Muito obrigada =)

  13. Olá parabéns pelo seu blog, esta materia é de alguns anos atras mas memo assim esta ajudando muitas pessoas no presente. Venho pesquisando muito e não acho muita info sobre minha questão. Você por o acaso saberia me informar se estudante pode trabalhar enquando estuda? Quantas horas semanais? Obrigada desde já.

    • Olá Sabrina,
      Que bom que gostou do blog. Até onde sei, o estudante pode ter um trabalho com um limite de 10 horas semanais, com exceção nos meses de verão onde podem trabalhar mais horas. Existem exceções para algumas nacionalidades.

      Espero ter podido ajudar

  14. Bom dia!
    tenho grande interesse em viver e trabalhar na holanda, tenho 35 anos, sou farmacêutico.
    li como vc conseguiu se regularizar, e gostaria de saber como faço para tal, achei muito interessante e inspirador tudo que vc conquistou.
    poderia me dar mais orientacoes de como proceder?
    desde de ja agradeço a ajuda.

    • Oi Ana, é preciso provar que é um relacionamento estável, então acredito que quanto mais longo, mas fácil se torna paar conseguir o visto.

      Obrigada pela sua visita!

  15. Silvia Afonso on

    Olá dia 13 vou para a Holanda, a começar a trabalhar agora de inicio fico na casa da empresa do meu marido mas sabe dizer me por favor se consigo alugar casa para já ou tenho de trabalhar algum tempo para o conseguir?é que a casa é dividida com outros colegas e gostaria de ter o nosso espaço.
    Obrigada
    Sílvia

  16. Natalia Novak on

    Olá, tudo bem?

    Meu marido é brasileiro e tem passaporte português. Atualmente ele estuda alta gastronomia na França e assim que o curso acabar pretendemos nos mudar para a Holanda. Eu estou no Brasil e vou levar comigo dois cães pequenos. A questão é: sendo casada com um europeu preciso solicitar qual visto? Já li e reli o site do consulado e não encontrei esse informação claramente. O que você recomenda: solicitar quando já estiver lá? Ou dar entrada aqui pelo Brasil? Preciso de uma luz!

    Muito obrigada.
    Natalia

  17. Jade Ribeiro on

    Olá, queria saber como funciona o processo de transferência de faculdade do Brasil para a Holanda. Tenho muitas dúvidas sobre isso. Obrigada!

  18. Gostei da sua historia. Estava pensando em morar na holanda a trabalho. So sei portugues egostaria de aprender ingles na holanda é facil para aprender ingles ou holandes ou aprende os 2?

    • Olá Tiago, você pode vir estudar inglês aqui como turista e fazer um curso de 3 meses, mas isso não lhe daria fluência na língua. Sem o inglês ou holandês é realmente muito difícil conseguir um bom trabalho por aqui. Para ficar mais de 3 meses, você precisaria de um visto de estudo ou trabalho. Boa sorte!

  19. Silvia Afonso on

    Olá
    Muitos parabéns pelo blog!
    Mas preciso de “Luz” por favor..o meu marido está na Holanda a trabalhar há 2 anos mas com contrato português.Eu sou portuguesa e neste momento estou a preparar as coisas para eu e minha filha de 3 anos estarmos juntas do meu marido!
    Eis as minhas duvidas:
    Para arranjar infantário para a minha filha é necessário termos contrato de trabalho na Holanda?
    Já pensei que talvez seja melhor ir sozinha arranjar trabalho e casa e depois levá la mais tarde..mas vai custar me tanto..por favor de me uma ajuda..que passos devo tomar?
    Muito Obrigada
    Beijinhos Sílvia

  20. RAFAEL PESSOA SABINO on

    Olá!

    Parabéns pelo site e pela página do facebook!

    Poderia me tirar uma dúvida, por gentileza?

    Eu tenho intenção de sair do Brasil. Sou jornalista, 32 anos, não falo inglês. Minha mulher é professora de inglês e tem 26 anos. Desejamos ir para a Holanda legalmente. Como poderíamos ficar legalmente no país sem ainda falar o idioma? Fazer um curso de holandês e depois fazer faculdade? Desse modo poderíamos permanecer no país e aprendendo o idioma podemos nos inserir no mercado de trabalho, sobretudo ela que fala inglês.

    Eu sou jornalista, mas ela fez um curso superior aqui que não existe em outros lugares do mundo “secretariado jurídico”. Portanto, terá de fazer uma graduação aí na Holanda, creio eu.

    Pode dar alguma luz?

    Muito obrigado!

    Att.: Rafael

    • Olá Rafael,
      Que bom que você chegou até o Bailandesa. Olha, no caso de trabalho legal na Holanda, quem pede o visto de trabalho é o empregador. Isso quer dizer que antes de vir para a Holanda, você teria que ter um emprego. O visto de estudo é uma possibilidade, mas para isso o inglês seria imprescindível, comprovado por uma certificação como o Toefl.

      Você pode consulta a Nuffic Neso Brasil para mais informações: https://www.nesobrazil.org/

      Boa sorte!

  21. Olá! Adoro seu blog. Eu não tive oportunidade de ler tudo, mas com certeza irei lê-lo assim que possível. Eu adoro a Holanda, e suas dicas e divulgações sobre o país nos aproximam mais, já que no momento é impossível fazer uma visita. No meu caso, iria para morar porque gosto muito mesmo do país. Digamos que ele seja o mais próximo das minhas características. Bom, continuarei, através de você, acompanhando a vida na Holanda. Desejo tudo de bom pra vocês e quando eu resolver ir pedirei algumas dicas se não for incômodo. Parabéns!

    Hugs!

  22. Ola Bailandesa

    Estou no meio do processo e gostaria de saber como você enviou suas coisas para a Holanda?
    usou transportadora ou alguma coisa do tipo??

    Onde você mora na Holanda? Nosso apartamento é em Leiden

    Parabéns pelo site

    • Olá Amelia,

      Usei uma transportadora, mas só aconselharia se a pessoa tiver muitas coisas. Não sei se faria novamente.Achei extremamente caro.
      Moro próxima à cidade de Utrecht.
      Volte sempre ao blog!

      • Ola Bailandes, tudo bem?

        Vou ficar em Utrecht agora na virada do ano… Estou com um dúvida em relação ao transporte…

        Eu consigo utilizar aquele o “Amsterdam Travel Ticket” para ir e voltar para Amsterdam?

        Obrigado

Leave A Reply