create counter

 Procurando um hotel? Clique aqui, faça a sua reserva e apoie o Bailandesa.nl. 

Dor, Holanda e Paracetamol

9

Nessa semana,  para comemorar os 5 anos de Holanda, resolvi selecionar um artigo por ano e republicá-los de segunda (13/06) à sexta (17/06).Hoje, o escolhido foi um texto de 2006 que fala da relação entre o holandês e o Paracetamol. Com um devido exagero da autora, o Paracetamol é definido como um elixir miraculoso receitado pra desde unha encravada à espinhela caída. Devo explicar que esse foi um momento de revolta, quando diante de uma extensa queimadora de 2o grau, fui receitada com a famosa pílula. O melhor é que no final, tudo foi levado com muito humor.

 

Depois da minha experiência no centro de saúde e depois de ouvir algumas histórias cabeludas de médicos na Holanda, cheguei à conclusão que os holandeses devem ter um enzima ou substância catalizadora no corpo que, em contato com o Paracetamol, aniquila qualquer tipo ou nível de dor. Deve ser um caso de mutação genética ou quem sabe um complô entre médicos, governo e planos de saúde para gastar menos e tornar o povo mais raçudo.

 

A dor vai passar

Hoje ouvi a história de uma brasileira que caiu da bicicleta e que mal podia andar com dor nas costas. O que foi que o médico receitou? Adivinhem. Sim, o elixir miraculoso Paracetamol. Quando ela reclamou, o que o médico disse: “Calma, a dor vai passar em duas semanas”. Dito e feito. Em duas semanas, a dor tomou doril (desculpa, não resisti o trocadilho). Cá entre nós, já que não havia nada de sério, com ou sem o remédio, a pobre coitada ia ficar boa.

O que os doutores esquecem é que nós, buitenlanders (estrangeiros), não possuímos a mesma mutação genética que permite o milagre do Paracetamol ou somos frouxos mesmos – e com muito prazer! Com relação a integração, só digo uma coisa: Hay que endurecerse pero sin perder la “frouxura” jamás . Ave e sorry, Che!

Share.

9 Comentários

  1. Parabens pelo blog, adorei os artigos, além de ter varias dicas… Quando vou a Holanda levo uma sacola de medicamentos, meu namorado fica horrorizado(ele é holandes) porque para ele é so tomar um paracetamol que tudo passa! rsrs
    Um gde bjo

    • Oi Marissol, legal que você tenha gostado do Bailandesa. Sabe que sempre trago remédios também? Mas quase não tomo. Sempre digo que o paracetamol é o elixir miraculoso daqui.
      Volte sempre!

  2. Kadigia Kiefte on

    Acho que todos brasileiros trazem remédios para não somente contar com o Paracetamolletje. 🙂
    Xeru, de uma sergipana (sua vizinha) morando na Bélgica, casada com holandês.

  3. Adorei seus artigos, principalmente o do Paracetamol…dei boas risadas lendo!
    Amei seu blog, muito interessante!

    Beijinhos,
    Ieda

  4. Voces reclamam demais. 🙂 Sou Holandes morando no Brasil. Imagine este assunto do ponto de visto holandes, vivendo no Brasil……

    Qualquer coisa que estou sentindo preciso esconder porque se não, os brasileiros já estão prontos para tentar me convencer de tomar varios tipos de remedios.

    Uma vez tive um dor num musculo nas costas e a paracetamol acabou. Mas o dor me incomodou tanto que aceitei os outros remedios…… Que mal decisão….. Me deu efeitos lateraes horiveis. E pior coisa …… Os remedios não reduziram o dor mais do que paracetamol faz.

    Acho que os brasileiros tem um neuro no cerebro que diz: se o remedio custa mais, funciona melhor. Remedio BBB não existe.

    Mas o Paracetamol realmente é Bom, Bonito e Barato. 🙂

    • Oi Nucelia, obrigada pela sua visita. Não conheço a Buclin e não sei se é oreciso prescrição médica, mas posso dizer que aqui na Holanda o controle de rem’edio ‘e bem mais rigoroso do que no Brasil. Se a prescrição médica é exigida, você teria que ir ao médico generalista e assim ele passaria um receita para você.

      Volte sempre!

Leave A Reply