create counter

Doação de órgãos na Holanda. O que muda em 2020?

4

O sistema de doação de órgãos na Holanda vai mudar. Em 2020, virá um sistema de registro automático de doador de órgãos. Isso significa que você só deixa de ser doador se fizer a opção de não doar.Como esse é um assunto que gera muita polêmica, resolvi atualizar um artigo de 2011 e explicar as mudanças da lei e o impacto na vida de quem mora na Holanda.

O que muda com a nova lei de doação de órgãos na Holanda?

Atualmente, o sistema de doação de órgãos na Holanda é semelhante ao brasileiro. Ou seja, é preciso confirmar que você deseja doar os seus orgãos. Assim, caso a pessoa não deixe expressa a sua vontade, os parentes ficarão responsáveis pela decisão após declarada a morte. Em outros países como na Bélgica, Espanha e Áustria o sistema é de “opt -in automático” . Quer dizer: todos são doadores, a não ser que registem-se como não doadores.

Doação de orgaos na Holanda

Mas o que significa Opt-in ou Opt-out?

Esses são termos muito usados em Marketing digital. Um bom exemplo é o email ou newsletters. No caso de opt-in, você faz a opção de receber emails , clicando na opção de concordar em receber emails da empresa. No caso, do opt-out a empresa lhe enviaria seus emails mesmo que você não concordado ou dado o consentimento, mas lhe dá a opção de retirar o seu nome da lista. Geralmente esta opção está no finalzinho do email que você recebeu.

Leia também: A morte e a morte na Holanda

O que vai mudar com a nova lei da doação de órgãos na Holanda?

No caso da nova lei de doação de órgãos, na Holanda, os istema será de opt-ou. Caso a pessoa não expresse a sua vontade de não doar  seus órgãos, fica registrada como um doador automaticamente. É bom deixar claro que a lei não é válida para menores de 18 anos. Para eles, nada muda.

Me registrei em 2011, quando escrevi esse post, agora atualizado. Geralmente não sou fã do sistema opt-out, mas como cidadã, prefiro correr o risco de salvar uma vida sem ter dado consentimento, tendo a chance de dizer não ainda em vida.

Para muitos pode soar como uma imposição, mas é bom lembrar, que você tem a opção de se registrar com não doador. Como existe muito preconceito e desconhecimento – sem falar em questões religiosas – educação e esclarecimento serão cruciais para evitar uma reação negativa à nova lei. As pessoas podem interpretar como uma invasão de privacidade e sentirem que o seus direitos não estão sendo respeitados. Acompanharei  ansiosa os próximos passos até a implementação da lei.

Bailandesa - Clarissa Mattos - 50 anos Me tornei doadora de órgãos na Holanda em 2011 – (c) Bailandesa.nl

Já me registrei como doador, preciso fazer alguma coisa?

Caso, como eu, você já seja registrado(a) , nada muda em 2020. Você não precisa fazer nada. Caso concorde em doar os seus órgãos, também não precisará fazer nada quando a lei for implementada. Agora, caso você não queira doar seus órgãos, aí sim , você precisa fazer a sua opção e confirmar no site

Assim como eu, que demorei tanto para oficializar a minha vontade, existem muitas pessoas que não têm o seu desejo atendido por não tomarem a iniciativa. Além de desconhecerem o procedimento ou nunca acharem o momento.

Como funciona hoje? O fazer para se tornar um doador enquanto a lei não é implementada?

Qualquer pessoa que tenha no mínimo 12 anos e seja registrado em uma prefeitura holandesa pode se tornar um doador de órgãos e/ou tecidos. Basta fazer o registro online

As opções são:

1) Dar a permissão.

  • Você pode doar:
    • órgãos: pâncreas, intestinos, coração fígado, pulmão e rins;
    • tecidos: vasos sanguíneos, tecidos ósseos, válvulas cardíacas, cartilagem, tendões, pele e córneas.
  • Caso você não queira doar um determinado órgão, você pode indicar durante o registro.
  • Às vezes, a os médicos não conseguem usar os seus tecidos e órgãos para transplante em outros pacientes. Nesse caso, eles são doados para ciência. Caso não queira, você pode indicar no formulário de registro.

2) Não dar permissão

3) Deixar a decisão para os seus parentes/herdeiros decidirem.

  • O que muda em 2020: caso você não tenha familiares ou cônjuge e não tenho indicado que não se tornar doador,  você se torna automaticamente um doador.

4) Deixar  a decisão para outra pessoa.

  • Um amigo, por exemplo. Bast listar o dados de contatos e mantê-los atualizados. Lembre-se de conversar com essa pessoa  e deicar os seus dados atualizados.

Importante:  para fazer online, você vai precisar do seu Digi ID, sua identificação digital an Holanda

E você concorda com a nova lei? Você já é doador aqui na Holanda ou em outro país? Estou curiosa para saber a sua opinião.

Share.

4 Comentários

  1. Olha só, e eu me cadastrei como doadora no início da semana vinda protelando até que lembrei e fiz.
    Acho ótimo que fique automático, como você falou no texto e eu me identifiquei tem gente que acaba esquecendo de comunicar o SIM.

  2. Também achei interessante, Malka. Inclusive a mala direta era diferenciada para o público imigrante. Talvez eles realmente tenham a enviado para quem adquiriu a a nacionalidade recentemente.

  3. Eu tb me inscrevi..sera que eles mandaram a carta para todos os estrangeiros que receberam a cidadania recentemente?
    Beijos

Leave A Reply